Vamos rezar juntos, deixe seu pedido de oração.

HOMILIA DIÁRIA - PAPA FRANCISCO

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

As verdades sobre a mentira

De acordo com diversos estudos psicológicos feitos, foi revelado que, numa palestra, 55% do impacto causado pelo apresentador são determinados pela linguagem corporal, 38% pelo tom de voz e apenas 7% pelo conteúdo da apresentação.

Com base nesses dados, elaboraram um guia que nos permite saber se uma pessoa está mentindo ou dizendo a verdade, por meio de sua postura, gestos e olhares. Portanto, como não é muito prático sair pelas ruas com o soro da verdade, é melhor que se leia com atenção para aprender a não ser enganado, independente de quem ou da ocasião.


1.    Um detalhe notável é que a pessoa que mente fará pouco ou nenhum contato direto nos olhos. Inclusive, o mentiroso costuma desviá-los e piscá-los frequentemente, principalmente quando a conversa atinge um tópico comprometedor, quando ele passa a piscá-los mais rapidamente.
2.    A expressão física será limitada, com poucos movimentos dos braços e das mãos. Ainda sim, quando acontecem, eles parecem rígidos e mecânicos. Algo comum é quando, a pessoa, sentindo-se sufocada, realiza a inclinação do corpo para trás a fim de aliviar-se da tensão do assunto;
3.    Uma ou ambas as mãos podem ser levadas ao rosto (a mão pode cobrir a boca, indicando que ela não acredita – ou está insegura – no que está dizendo). Também é improvável que a pessoa toque seu peito com um gesto de mão aberta;
4.    A fim de parecer mais tranquila, a pessoa poderá se encolher um pouco. É improvável que permaneça ereto. As mãos, os braços e as pernas tendem a ficar encolhidos contra o corpo e a pessoa ocupa menos espaço; 
5.    Não há sincronismo entre gestos e palavras;
6.    Ocorre o movimento de distanciamento da pessoa para longe de seu acusador, possivelmente em direção à saída;
7.    A pessoa que mente evita confrontar-se com seu acusador e pode virar sua cabeça ou posicionar seu corpo para o lado oposto, havendo pouco ou nenhum contato físico por parte da pessoa durante a tentativa de convencê-lo;
8.    A pessoa não apontará seu dedo para quem está tentando convencer;
9.    Observe para onde os olhos da pessoa se movem na hora da resposta de sua pergunta. Se olhar para cima e à direita, e for destra, tem grandes chances de estar mentindo;
10.  Observe o tempo de demora na resposta de sua pergunta. Uma demora na resposta indica que ela está criando a desculpa e em seguida verificando se esta é coerente ou não. A pessoa que mente não consegue responder automaticamente à sua pergunta.
11.  Ao narrar uma história, é comum a criação de “pontes de textos”, que são feitas para simular acelerações da sequência dos fatos;
12.  A pessoa que mente adquire uma expressão corporal mais relaxada quando você muda de assunto;
13.  Se a pessoa ficar tranquila enquanto você a acusa, então é melhor desconfiar. Dificilmente, as pessoas ficam tranquilas enquanto são acusadas por algo que sabem que são inocentes. A tendência natural do ser humano é manter certo desespero para provar que é inocente. Por outro lado, a pessoa que mente fica quieta, evitando a todo custo falar de mais detalhes sobre a acusação;
14.  Quem mente utilizará as palavras de quem o ouve para afirmar seu ponto de vista;
15.  A pessoa que mente continuará acrescentando informações até se certificar de que você se convenceu com o que ela disse;
16.  O mentiroso pode ficar de costas para a parede, dando a impressão que mentalmente está pronto para se defender;
17.  Em relação à história contada, o mentiroso, geralmente, deixa de mencionar aspectos negativos;
18.  Um mentiroso pode estar pronto para responder às suas perguntas, mas ele mesmo não coloca nenhuma questão;
19.  O mentiroso evita responder, pedindo para você repetir a pergunta, ou então responde com outra pergunta, podendo utilizar as seguintes frases para ganhar tempo, a fim de pensar numa resposta, ou como forma de mudar de assunto: 
a.    “Por que eu mentiria para você?” 
b.    “Para dizer a verdade…”
c.    “Para ser sincero...”
d.    “De onde você tirou essa ideia?”
e.    “Por que está me perguntando uma coisa dessas?”
f.     “Poderia repetir a pergunta?”
g.    “Eu acho que este não é um bom lugar para se discutir isso”
h.    “Podemos falar mais tarde a respeito disso?”;
20.  A pessoa que mente utiliza de humor e sarcasmo para aliviar as preocupações do interlocutor;
21.  A pessoa que está mentindo pode corar, transpirar e respirar com dificuldade;
22.  O corpo da pessoa mentirosa pode ficar trêmulo. Se ela estiver escondendo as mãos, isso pode ser uma tentativa de ocultar um tremor incontrolável;
23.  Preste atenção à voz da pessoa. Ela pode falhar e a pessoa pode parecer incoerente, pois ela fica fora do tom. As cordas vocais, como qualquer outro músculo, tendem a ficar enrijecidos quando a pessoa está sob pressão. Isso produzirá um som mais alto;
24.  O mentiroso pode começar a engolir em seco ou pigarrear. Se uma pessoa estiver mentindo têm grandes chances de pigarrear enquanto fala com você. Devido à ansiedade, o muco se forma na garganta, e uma pessoa que fala em público, se estiver nervosa, pode pigarrear para limpar a garganta, antes de começar a falar;
25.  Já reparou que quando estamos convictos do que estamos dizendo, nossas mãos e braços gesticulam, enfatizando nosso ponto de vista e demonstrando forte convicção? A pessoa que mente não consegue fazer isso.

Fonte: reporternet.jor.br
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: http://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ajude-nos a melhorar nossa evangelização, deixe seu comentário. Lembre-se, no seu comentário, de usar as palavras orientadas pelo amor cristão.

CATEQUESE CRISTÃ CATÓLICA
"Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica"