Vamos rezar juntos, deixe seu pedido de oração.

HOMILIA DIÁRIA - PAPA FRANCISCO

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Deus e o ferreiro

Havia um ferreiro que, após uma vida de excessos, se converteu a uma vida de piedade. Durante muitos anos trabalhou com afinco, praticou a caridade, mas, apesar das suas orações e súplicas a Deus, por meio de Nossa Senhora, nada parecia dar certo na sua vida. Muito pelo contrário. Seus problemas e dificuldades aumentavam.

Uma bela tarde, um amigo que o visitara, e que se compadecia de seus esforços, comentou: - É realmente estranho que, justamente depois que você resolveu se tornar um homem de oração e a evitar os pecados, sua vida começou a piorar. Não desejo enfraquecer sua fé, mas apesar de toda sua devoção aos santos e à Virgem Maria, nada tem melhorado.

O ferreiro não respondeu imediatamente. Ele já havia pensado nisso muitas vezes, sem entender o que acontecia em sua vida. Entretanto, como não queria deixar o amigo sem resposta, encontrou uma explicação. Disse:


Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado e preciso transformá-lo em espadas. Como isto é feito? Primeiro, aqueço a chapa de aço até que ela fique vermelha. Em seguida, tomo um martelo pesado e aplico golpes até que a peça adquira a forma desejada. Logo, ela é mergulhada num balde de água fria e a oficina inteira se enche com o barulho do vapor. Tenho que repetir esse processo até conseguir a espada perfeita. Em muitas ocasiões uma vez apenas não é suficiente.

O ferreiro deu uma longa pausa, pensou e continuou: - As vezes, o aço que chega até minhas mãos não consegue aguentar esse tratamento. O calor, as marteladas e a água fria terminam por enchê-lo de rachaduras. E eu sei que jamais se transformará numa boa lâmina de espada. Então, eu simplesmente o coloco num monte de ferro-velho que está na entrada de minha ferraria.

Mais uma pausa e o ferreiro concluiu: - Sei que Deus está me colocando no fogo das dificuldades. Tenho aceito as “marteladas” que a vida me dá, e às vezes sinto-me tão frio e insensível como a água que faz sofrer o aço. Mas a única coisa que peço é: “Meu Deus, não desista, até que consiga tomar a forma que o Senhor espera de mim. Tente da maneira que achar melhor, pelo tempo que quiser, mas jamais me coloque no monte de ferro-velho das almas”.

Deus quer fazer de cada um de nós uma pessoa melhor, pronta para ir para a bem-aventurança eterna… Não se preocupe com as “marteladas da vida”, ou as provas a somos submetidos.

Deus está trabalhando nossa alma.
Ele não vai desistir até o fim de nossa vida!

“Filho meu, não desprezes o castigo do Senhor, nem desanimes quando por ele és repreendido; porque o Senhor castiga aquele que ama, e açoita todo o filho que reconhece por seu”. (Hb 12,6-7)

Fonte: Livro Sabedoria em Parábolas (com adaptações) / www.aascj.org.br
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ajude-nos a melhorar nossa evangelização, deixe seu comentário. Lembre-se, no seu comentário, de usar as palavras orientadas pelo amor cristão.

CATEQUESE CRISTÃ CATÓLICA
"Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica"