Vamos rezar juntos, deixe seu pedido de oração.

HOMILIA DIÁRIA - PAPA FRANCISCO

sábado, 15 de julho de 2017

Liturgia Diária Comentada 15/07/2017 14º sábado do Tempo Comum


Primeira Leitura: Livro do Gênesis 49,29-32; 50,15-26a

Naqueles dias, Jacó transmitiu as suas ordens a seus filhos, dizendo: "Eu vou juntar-me ao meu povo; sepultai-me com meus pais na gruta de Macpela, que está no campo de Efron, o hitita, defronte de Mambré, no país de Canaã. É a gruta que Abraão comprou a Efron, o hitita, junto com o campo, como propriedade funerária. Lá foram sepultados Abraão e Sara, sua mulher, ali se sepultaram também Isaac e sua mulher Rebeca; e foi lá que sepultei Lia". Quando Jacó acabou de dar suas instruções aos filhos, recolheu os pés sobre a cama e morreu; e foi reunido aos seus. Ao verem que seu pai tinha morrido, os irmãos de José disseram entre si: "Não aconteça que José se lembre da injúria que padeceu, e nos faça pagar todo o mal que lhe fizemos". E mandaram dizer-lhe: "Teu pai, antes de morrer, ordenou-nos que te disséssemos estas palavras: 'Peço-te que esqueças o crime de teus irmãos, e o pecado e a maldade que usaram contra ti'. Nós pedimos, pois, que perdoes o crime dos servos do Deus de teu pai". 

Ouvindo isto, José pôs-se a chorar. Vieram seus irmãos e prostraram-se diante dele, dizendo: "Somos teus servos". Ele respondeu: "Não tenhais medo. Sou eu, porventura, Deus? Vós pensastes fazer mal contra mim. Deus, porém, converteu-o em bem, para dar vida a um povo numeroso, como vedes presentemente. Não temais: eu vos sustentarei e a vossos filhos". E assim os consolou, falando-lhes com doçura e mansidão. E José ficou morando no Egito, com toda a família de seu pai, e viveu cento e dez anos. José viu os filhos de Efraim até a terceira geração, e os filhos de Maquir, filho de Manassés, que José também recebeu sobre seus joelhos. José disse a seus irmãos: "Eu vou morrer. Deus vos visitará e vos fará subir deste país para a terra que ele jurou dar a Abraão, Isaac e Jacó". Depois de tê-los feito jurar e de ter dito: "Quando Deus vos visitar, levai daqui os meus ossos convosco", José morreu, completando cento e dez anos de vida. - Palavra do Senhor.

Comentário: Morto o pai Jacó, José tranquiliza os irmãos e lhes renova o perdão total e sem reserva. A mensagem de amor recíproco está no âmago de toda a mensagem de Cristo, de que o perdão mútuo é parte fundamental. A senha de reconhecimento do cristão é o amor para com os irmãos, condição para que seja autêntico o amor para com Deus. O cristão que, por qualquer razão, por qualquer dano recebido, recusasse o perdão, renunciaria pelo mesmo fato a seu cristianismo. Os descendentes de Jacó estavam muitíssimo bem no Egito; entretanto, das palavras de José agonizante concluímos que desejavam tornar à terra prometida. O cristão, chamado a construir na terra o reino de Deus, não perde de vista a pátria que o espera. Seu modo de trabalhar, de usar os bens da terra, seu esforço por melhorar a própria condição, é marcado pela esperança de que um dia terá início uma nova vida. (Missal Cotidiano)

Salmo: 104,1-2. 3-4. 6-7 (R. Cf. Sal 68,33)
Humildes, procurai o Senhor Deus, e o vosso coração reviverá.

Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos. Cantai, entoai salmos para ele, publicai todas as suas maravilhas. Gloriai-vos em seu nome que é santo, exulte o coração que busca a Deus. Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face. Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 10,24-33

 Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: "O discípulo não está acima do mestre, nem o servo acima do seu senhor. Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, e para o servo, ser como o seu senhor. Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu, quanto mais aos seus familiares! Não tenhais medo deles, pois nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido. O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno! Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. Quanto a vós, até os cabelos da cabeça estão todos contados. Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais. Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus. - Palavra da Salvação.

Comentário: Basta olhar para a vida e o destino de Jesus para saber qual será a sorte de seus apóstolos. Não haverá engano! As reações provocadas pela pregação de Jesus seriam também provocadas pela pregação dos apóstolos. As perseguições desencadeadas por causa de seus milagres seriam também desencadeadas por causa do ministério dos apóstolos a serviço da vida. De certo modo, isto pode servir de referencial para a veracidade do seu ministério. Caso os apóstolos sejam cobertos de honrarias e recebam o reconhecimento dos grandes e poderosos, é sinal de que algo não está correto na sua pregação. É normal que as pessoas denunciadas por sua pregação se ergam furiosas contra eles. A certeza de gozarem a proteção do Pai do céu devia tornar destemidos os apóstolos. Se o Pai cuida dos mais simples elementos da natureza, não haveria de se importar com os apóstolos de seu Filho? Nada haverá de suceder aos apóstolos fora de seu consentimento. Isto reforça-lhes a coragem e dá-lhes forças para resistir. Afinal, os apóstolos devem temer somente o Pai. Apenas ele tem o poder não só de tirar-lhes a vida física, como fariam seus perseguidores, mas também lançá-los na condenação eterna. Como Jesus foi temente ao Pai, o mesmo deveriam fazer seus apóstolos. (Padre Jaldemir Vitório/Jesuíta)

Fonte: CNBB - Missal Cotidiano (Paulus)

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ajude-nos a melhorar nossa evangelização, deixe seu comentário. Lembre-se, no seu comentário, de usar as palavras orientadas pelo amor cristão.

CATEQUESE CRISTÃ CATÓLICA
"Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica"